Thursday, March 20, 2008

Descoberta

Antes que as sílabas fugissem da minha boca,
seus olhos me descobriram sem pestanejar
Porque se tem coisa que o corpo não sabe é mentir.
Eu já não sei se o verde do seu olho é seu mesmo
ou se é o meu dentro de você.
Entendi que muito antes de ser palavra,
Amor é mergulho, queda-livre no olho do outro.